domingo, 13 de maio de 2012

Paz.

As pessoas estão na rua
As pessoas estão aos saltos

A noite entra pela janela
Do meu quarto,
As memórias do passado começam a surgir
Intempestivamente;

Cores, muitas cores
Pessoas, muitas pessoas
Muitas pessoas
Muitas pessoas

A noite corre demasiado depressa
A única lembrança é a do acordar

Está bom tempo
É madrugada
Os pássaros às cinco da manhã começam a encantar

Restam as memórias
Os momentos para contar histórias

As pessoas são bonitas
Apetece-me abraçar toda a gente



Sem comentários:

Enviar um comentário