segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Plenitude.

A vida é um caminho íngreme onde a serenidade é um estado possível, eu abraço-a todos os dias.
Afastei as minhas lacunas, para poder viver tranquilo, poder viver comigo mesmo. Sinto-me bem por existir, por ser quem sou.

Sem comentários:

Enviar um comentário