domingo, 9 de janeiro de 2011

Corre.

Corre em mim uma lagoa de felicidade, uma nascente de insatisfação, uma dura angústia. Tudo o que me satisfaz, não me satisfaz.
Ensurdeci o empalidecer do meu Ser.Nas ruas há quem corra, quem jogue, quem sinta, quem minta, quem omita. A falta de verdade que há no mundo é dolorosa.
As pessoas mentem, mentir é desagradável.

Sem comentários:

Enviar um comentário