terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Vontade.

Há algo que me dói. Não sei se a vida, a falta ou até mesmo o excesso dela… Tudo vai bem, mas preciso da presença, do contacto, do físico – as nossas Almas há muito que se tocam – desculpa se chego a querer mais do que algum dia pedi.
Três são os dias três, talvez venha a haver algo em mim para além do que não há. Sei que te amo pela eternidade, mas chego a querer mais. Desculpa se ao dar, espero algo mais em troca, desculpa se ao querer, espero receber. Desculpa o excesso de vontade.

Sem comentários:

Enviar um comentário